fbpx

Skip links

Candidaturas: Incentivos Portugal 2020 disponíveis até 31 de Maio

Candidaturas: Incentivos Portugal 2020 disponíveis até 31 de Maio

O Portal Portugal 2020 lançou um novo aviso de concurso aos Sistemas de Incentivos para a Qualificação e Internacionalização das PME. Para concorrer, as PME devem enviar candidatura até 31 de maio de 2019. Fique a conhecer neste artigo se a sua empresa tem o que é necessário para concorrer a estes incentivos. 

De uma forma geral, o Sistema de Incentivos para a Qualificação e Internacionalização das PME em Projeto Individual e Projeto Conjunto apresenta 3 objetivos:

  1. Promover a competitividade das PME;
  2. Promover o aumento da produtividade das PME;
  3. Desenvolver a presença efetiva das PME no mercado global.

No portal do Portugal 2020 não existe nenhum aviso a decorrer no âmbito do Projeto Conjunto, por isso as PME só podem concorrer em âmbito de Projeto Individual.

Para saber o que necessita para enviar candidatura é importante compreender, em primeiro lugar, em que consiste a medida de Qualificação aos Sistemas de Incentivo no âmbito do Projeto Individual.

No Sistema de Incentivos do Portugal 2020 existem dois tipos de projetos:

  • Internacionalização das PME

O Sistema de Incentivos para a Internacionalização das PME tem como objetivo reforçar a capacidade empresarial destas empresas através do desenvolvimento dos seus processos de qualificação para a internacionalização valorizando fatores imateriais de competitividade.

  • Qualificação das PME

No que refere à Qualificação das PME, o Sistema de Incentivos tem como objetivo reforçar a capacitação das PME através da inovação organizacional, aplicando novos métodos e processos organizacionais, com recurso a investimento imateriais na área da competitividade.

Quem são os beneficiários?

Estão sujeitas a concurso PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, em todas as regiões do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).

Âmbito do Projeto

São apoiadas a concurso as PME que promovam o aumento da produtividade e competitividade nas seguintes propriedades, também elegíveis pela Drible sem qualquer custo:

  • Inovação organizacional e gestão: introdução de novos métodos ou novas filosofias de organização do trabalho, reforço das capacidades de gestão, estudos e projetos, redesenho e melhorias de layout, ações de benchmarking, diagnóstico e planeamento, excluindo as alterações que se baseiam em métodos de organização já utilizados na empresa;
  • Economia digital: desenvolvimento de redes modernas de distribuição e colocação de bens e serviços no mercado. Criação e ou adequação dos modelos de negócios com vista à inserção da PME na economia digital que permitam a concretização de processos desmaterializados com clientes e fornecedores através da utilização das TIC;
  • Criação de marcas e design: conceção e registo de marcas incluindo a criação de marcas próprias ao nível do produto e da empresa), novas coleções e melhoria das capacidades design, excluindo as alterações periódicas e outras de natureza cíclica e sazonal;

Outras propriedades elegíveis pela PMK Consulting, em parceria com a Drible:

  • Desenvolvimento e engenharia de produtos: melhoria das capacidades de desenvolvimento de produtos, serviços e processos, designadamente pela criação ou reforço das capacidades laboratoriais, excluindo testes de qualidade dos produtos, protótipos e provas de conceito;
  • Proteção da Propriedade Industrial: patentes, invenções, modelos de utilidade e desenhos ou modelos;
  • Qualidade: certificação, no âmbito do sistema português da qualidade (SPQ) ou de sistemas internacionais de certificação, de sistemas de gestão da qualidade ou de outros sistemas de gestão não incluídos nas restantes tipologias e que sejam relevantes para a qualidade dos produtos, serviços, ou processos de gestão das empresas, certificação de produtos e serviços com obtenção de marcas, bem como a implementação de sistemas de gestão pela qualidade total
  • Transferência de conhecimento: aquisição de serviços de consultoria e assistência técnica, nos domínios da transferência de conhecimentos e certificação de sistemas de gestão da investigação, desenvolvimento e inovação;
  • Distribuição e logística: introdução de sistemas de informação aplicados a novos métodos de distribuição e logística;
  • Eco-inovação:  incorporação nas empresas dos princípios da ecoeficiência e da economia circular, com vista a promover uma utilização mais eficiente dos recursos, incentivar a redução e reutilização de desperdícios e minimizar a extração e o recurso a matérias-primas. Inclui a certificações de sistemas, serviços e produtos na área do ambiente, obtenção do Rótulo Ecológico e sistema de ecogestão e auditoria (EMAS);
  • Formação profissional: ações de formação que permitam uma melhor eficácia dos processos de inovação das PME, incluindo as intervenções formativas para empresas, organizadas com recurso à metodologia de formação-ação na modalidade de candidatura projetos conjuntos;
  • Contratação de Recursos Humanos.

Incentivos, Limites de Incentivo e Taxas de Financiamento

Para as PME concorrentes as taxas são as seguintes:

  • Incentivo Não Reembolsável (INR) 45%;
  • Despesas com Formação: entre 50% e 70%;
  • Limite de Incentivo: 500 mil euros ;
  • Taxa máxima de 40% aplicada às despesas consideradas elegíveis (PO Regional de Lisboa);
  • Limite mínimo de despesa elegível: 25 mil euros por projeto.

Datas de Candidatura

  • 09 de abril a 31 de maio de 2019.

Para a sua empresa se candidatar ao SI de Qualificação das PME é necessário cumprir todos os critérios de elegibilidade, que pode consultar no Portal dos Incentivos.

De forma a envolver a sua empresa neste concurso sem dificuldades, a Drible disponibiliza-se para acompanhar o seu projeto de investimento desde o momento de criação até à candidatura ao Incentivo e posterior acompanhamento.